Minha vida no mês de Maio e o fato das pessoas acharem que eu não devo assistir "Thirteen Reasons Why"

    Olá meus caros leitores,
   Eu estava com demasiada saudade de vocês. Porém o que me impossibilitou de escrever durante todo este período não foi a falta de tempo, e sim o fato de eu ser extremamente exigente quanto ao local adequado para escrever. É preciso inspiração, um local estimulante, que tenha cor, vida e acima de tudo, faça brotar diversas linhas de inspiração.
   Infelizmente, por ora, tive que deixar de lado estes critérios. Tudo porque estou totalmente irritada hoje. Além da TPM (Tensão Pré-Menstrual) , o ônibus que costumo ir para a faculdade não passou, a aula de Gerência de Projetos está uma merda (estou nela agora) e estou extremamente sobrecarregada no meu estágio. O único motivo que me fez acordar esta manhã foi saber que iria para a academia. 
   Inclusive esqueci de comentar com vocês: sim, eu estou indo à academia desde de semana passada e tem sido muito bom. Por mais que eu esteja um pouco atrapalhada ainda e me sentindo um peixe fora d'água - porque na academia 85% das pessoas que frequentam são bonitas e sociáveis - tenho me saído bem e concluído com êxito o meu treino. 
   Mas antes de mais nada quero deixar bem claro para vocês que só ingressei na academia por questões de saúde, pois eu estava engordando muito e sentindo muitas dores nas pernas. E outra questão que quero prometer à vocês é que não ficarei falando sobre academia no blog pois odeio pessoas fanáticas, sinceramente isso vai totalmente contra o que eu acredito. Gosto de ir na academia, pronto, mas não gosto de falar sobre ela.
    E minha vida pessoal nestes últimos meses foi bem intensa. A primeira delas é que em Abril eu fui assaltada e isso era uma das coisas que eu mais temia. Infelizmente aconteceu e roubaram meu celular. Tive um transtorno enorme e durante umas duas semanas fiquei bem chateada com meu namorado porque inconscientemente eu culpava-o pelo fato de nós termos pegado o ônibus que ele queria - pois na verdade, eu não queria pegar o ônibus naquele local que ocorreu o assalto.
    Com o passar dos dias eu superei assim como tudo na vida se supera. Pois cada vez mais percebo que aquelas hashtags que muitos usuários do Facebook postam dizendo "#MaisUmDia" e "#MenosUmDia" fazem todo o sentido. Se você encarar a sua vida como menos um dia, as coisas se tornam mais fáceis e mais suportáveis. 
      Minhas crises de depressão ainda não passaram. Tem dias e dias. Tudo varia de como eu encaro as situações da vida. Há dias que eu transformo os problemas grandes em problemas pequenos e há outros em que eu transformo um problema mínimo em um furacão.
      Com isso, surgiu na TV ou Internet (não sei ao certo, mas em algum lugar surgiu) um boato de que a série "Thirteen Reasons Why" pode influenciar os jovens a cometerem suicídio. E com isso, meu namorado começou a se preocupar comigo achando que eu poderia me suicidar por estar assistindo a série, me deixando extremamente irritada.
       A primeira razão que me levou a extrema irritação é o fato de que conheço essa história desde os quinze anos. Li este livro na escola e por mais que fosse chocante nunca me influenciou a isso. Até porque a maior reflexão da obra é demonstrar o quanto o bullying nas escolas é mal gerenciado por parte dos professores e orientadores além de como ele pode afetar a vida do estudante. 
       E a segunda razão é o fato de que pensei em suicídio quando tinha treze anos, num período que eu não tinha tanto contato com Deus como eu tenho hoje. Por isso, ele não pode achar que eu vá fazer isso me conhecendo como ele me conhece. Mas enfim, as coisas se resolveram e ele entendeu que eu não me suicidaria por causa de uma série. 
     Do grupo de jovens resolvi me retirar totalmente e com isso, abri o jogo sobre todos os erros que achava que eles estavam cometendo e sobre como foi complicado lidar com essas diferenças durante seis anos. Diante de toda a minha argumentação eles ficaram sem palavras e acabaram não tendo coragem de me chamar de volta pois, é visível que a minha decisão não será mudada. 
    Neste momento eu estou lendo "Convite Para Um Homicídio" da Agatha Christie. Estou lendo com um pouco de lentidão pelo fato de estar envolvida com muitos trabalhos da faculdade, mas a leitura está sendo ótima. O que é de se esperar vindo desta autora. 
     Desejo para vocês uma ótima semana. Kisses!




Um comentário:

  1. Eu gosto de escrever durante as aulas chatas porque é quase uma forma de me libertar. Acho que minha mente fica inquieta procurando coisas pra fazer e eu acabo tendo assuntos pra textos.
    Que triste isso de assalto. Tenho muito medo de ser assaltada porque nunca fui, não sei como eu reagiria. Não na hora, tenho quase certeza de que eu ficaria parada sem acreditar no que estava acontecendo, mas e depois? Como se sentir segura outra vez?
    Acho que a preocupação do seu namorado com 13 reasons why é válida. Eu tinha lido o livro e achei a série muito mais intensa. Tem umas cenas que dão MUITA AGONIA, Jesus. Fiquei pensando nisso por alguns dias.
    E sobre sair do grupo de jovens, acho que temos que buscar ficar mais perto das nossas crenças com coisas que fazem a gente se sentir bem, e não em ambientes que te fazem se sentir mal por isso ou aquilo.
    Beijos

    ResponderExcluir