Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2017

Diário de uma blogueira sumida

Agora: 00:47 do dia 24 de Janeiro de 2017.    Humor: Tentando entender se o que estou sentindo é fome ou é asia. Enfim, tudo fica bem quando acaba o dia, o problema sempre é quando o sol de põe.   Meus caros leitores, não farei mais uma vez aquele famoso comentário de "nossa, quanto tempo fiquei fora" porque realmente não existem mais desculpas para tamanha falta de consideração. Eu sou uma verdadeira blogueira cretina, mas infelizmente os bloqueios criativos tem acontecido com frequência na minha vida e eu acabo deixando muitos parágrafos no rascunho e nunca sou capaz de juntá-los ou terminá-los.    Pois sim, fazem quase duas semanas que não vejo meu namorado e provavelmente só o verei na outra semana, pois ele está visitando os familiares - não farei "mimimi" que estou com saudades porque sim, de fato estou, mas sou adulta e vou saber lidar com isso sem frescura e com sanidade.      E o meu estágio está de alguma forma interessante, mas existem alguns aspect…

"I'm dead inside" finished?

Então meus caros leitores: finalmente eu troquei de emprego! YES!   Significa que vocês não irão mais ler os textos da série "I'm dead inside" e também não ouvirão mais as minhas lástimas sobre trabalhar em um emprego que na verdade não era emprego - pois pouco tinha de utilidade.   Mas antes de comemorar a minha saída repentina, eu não poderia deixar de falar sobre a minha chefe: no fundo, no fundo, ela foi bem legal comigo. Inclusive, no último dia ela me deu incríveis conselhos sobre como eu deveria lidar com os colegas, seja eles bons ou ruins, que eu deveria me preparar para qualquer dificuldade e sempre contar com a amizade dela.     Para aumentar ainda mais a minha surpresa, eis que surge meu chefe geral com uma proposta de estágio na área de Desenvolvimento - o que acabei não aceitando por não me prometer efetivação. De alguma forma, esta proposta de trabalhar com desenvolvimento aumentou um pouquinho o meu ego, pois senti-me valorizada ao menos uma vez em to…