Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2016

Desafio Dom Quixote

Bom(a) dia/tarde/noite meus caros leitores (tudo isso depende da hora em que você acordar ou o local onde você mora).    Vim aqui informar a todos vocês que irei embarcar de vez na leitura de Dom Quixote de La Mancha volume 1. Não, não queira que eu leia os dois volumes de uma vez só, pois não sei até ponto irei nesta. A simples meta de ler esta obra de Cervantes até o fim eu intitulei de "Desafio Dom Quixote".    Iniciei a leitura neste domingo e estou quase na página 100 (considero isso muito pouco, levando em conta que ainda faltam 487 páginas pela frente).   Mas me sinto muito feliz por estar entendendo a maioria das palavras e buscando apenas a minoria no dicionário. Esta leitura com certeza irá fazer com que novas palavras sejam incorporadas no meu vocabulário.     Nunca pensei que na minha vida que iria ler uma obra espanhola, porém Cervantes estava me provocando há muito tempo. Faz em torno de dois anos que tenho Dom Quixote Volume 2 em meu armário e no início de…

O Sol Também Se Levanta - Ernest Hemingway

Pense em um leitor que busca incessantemente através de suas leituras uma obra que agregue ao seu caráter, que provoque uma mudança de vida e uma enorme reflexão: essa sou eu. Agora, não esqueça o que eu escrevi e entenda que pela segunda vez na minha vida li uma obra em não provocou nenhuma espécie de reflexão ou um tipo de mensagem "que levarei para a vida".    Primeiramente, é importante ressaltar, meus caros leitores que, este livro faz parte do desafio dos50 livros de 1900 para ler antes de morrer (então, se você está interessado em entrar nesse desafio, recomendo que acesse ESTE LINK). E por isso, nestas férias eu embarquei novamente neste desafio que a cada dia que passa está mais perto do fim (pois eu creio que morrerei antes de terminá-lo). 
   O autor se trata de nada mais nada menos do que Ernest Hemingway, que emplacou em 1954 o prêmioNobel de Literatura, é considerado um dos grandes mitos da literatura norte-americana. Autor da famosa obra"Adeus às Armas&q…

Vamos falar de educação?

Pois bem, o que me levou a tratar sobre esse assunto? O simples fato de que eu estava sentada no ônibus indo para o trabalho e nas cadeiras que antecediam a minha havia dois homens (que não pude olhar a aparência), mas as vozes aparentavam ser de muito jovens. E eles eram professores.    Professores nos quais pareciam ser bem instruídos e de fato, preocupados com a realidade atual da educação. Sabemos que existe uma grande parte dos docentes que ainda pensam assim, mas como convivi com muitos que nem se importavam com o grande problema no ensino, eu acabei ficando surpresa ao escutar a conversa dos dois.    Pode parecer um pouco errado da minha parte ouvir conversas de outras pessoas, mas se você está no ônibus, solitária (como no meu caso) e os rapazes estão falando alto, naturalmente o meu ouvido irá prestar a atenção no que eles estão falando.    Eles conversavam sobre os problemas envolvendo a educação, onde eles haviam participado de algum evento promovido pela Secretaria da E…

Vamos falar de vida?

Mais especificamente da minha vida.    Em toda a minha breve existência de quase 20 anos eu nunca me senti tão confusa. A cada dia penso de um jeito, mudo de humor, repenso todo o meu projeto de vida, durmo mais e sim, eu cogito que a minha morte seria a solução (pensamento nada cristão esse, ?).    Comecei a pensar em que momento a minha vida perdeu totalmente o equilíbrio. E cheguei a conclusão que foi quando eu comecei a trabalhar (ou seja, neste ano). E isso me angustia ainda mais, pois sei que tenho muitos e muitos anos de trabalho pela frente.    Então vamos para as razões que me deixaram infeliz/frustrada/confusa (qualquer um desses sentimentos pode ter ocorrido) no dia de hoje:     Primeiro, cheguei no meu trabalho com uma enorme infelicidade por ter que ir para lá. Por mais que neste período de férias eu não tenha nenhum trabalho a fazer (apenas ler livros) eu acabo me sentindo extremamente inútil, sendo que o meu emprego dos sonhos era estar fazendo algo útil, onde e…

Dos planos para as férias e a simples impressão de que estou prestes a morrer

Bom meus caros leitores, por que a mudança do layout do blog? Porque as férias chegaram e é momento de fazermos coisas novas, de mudar a cor do cabelo (só que não), viver intensamente as madrugadas (Netflix no coração) e contemplar a vida (planejar o futuro ou não pensar em ABSOLUTAMENTE NADA). E é por isso que eu, uma menina demasiadamente organizada, resolvi criar uma programação de atividades que farei nestas férias, nas quais posso citar: Fazer uma sessão batata com os amigos (sim, não queremos pipoca nesse inverno e sim, batatas)Ler mais de 5 livrosVer mais de 10 filmesEncerrar a quarta temporada de Bates MotelReler Orgulho e Preconceito com o boySair com os amigosSer uma boa presidente do grupo de jovensFazer uma festa Julina com a minha turma de catequeseEstudar estrutura de dadosAprender uma linguagem de programação nova Ufa ... acho que por aqui já está de bom tamanho. E se eu não conseguir cumprir estas tarefas (o que provavelmente vai acontecer) eu irei continuar esta pess…